Family Search – Prós e contras

Dando continuidade à análise das principais opções utilizadas para organização dos dados genealógicos em páginas da internet ou programas de computador, hoje vou falar sobre o site Family Search.

O site é uma plataforma sem fins lucrativos, associada à Sociedade Genealógica de Utah (criada em 1894) e financiada pela Igreja de Jesus Cristo dos Santos dos Últimos Dias, para apoiar a crença mórmon de que as famílias devem ser o ponto central da vida das pessoas. A valorização e descoberta dos antepassados pode ocorrer por meio de fácil acesso aos registros históricos disponibilizados no site.

fs
Imagem: página inicial do site Family Search

A plataforma existe desde o final dos anos 1990, e possui dados de interesse genealógico do mundo inteiro. Mensalmente são incluídos novas imagens digitalizadas, e seus dados são indexados por voluntários diariamente, aumentando consideravelmente a base de dados disponível para consulta. Vamos à análise:

Vantagens:

  • O site é em português, facilitando muito o uso.
  • Para acessar, só é preciso criar uma conta, não havendo qualquer custo envolvido.
  • Há dados genealógicos do mundo inteiro disponíveis para consulta, inclusive livros digitalizados de paróquias e cartórios, sendo necessário apenas ter a paciência de pesquisar em cada imagem.
  • Por ser gratuito, a sua árvore é ilimitada, podendo crescer infinitamente.
  • A árvore é colaborativa, assim, qualquer usuário pode acrescentar novas informações e fontes, aumentando rapidamente os dados sobre os antepassados.
  • Quando é inserida uma pessoa na árvore, o sistema indica se na base de dados há alguma pessoa com as mesmas informações, possibilitando o acréscimo de um ramo inteiro que talvez você nem conheça.
  • O site também sugere dados indexados com os dados da pessoa inserida.
  • Como as imagens digitalizadas são do próprio site, é muito fácil de guardar e/ou anexar as fontes às pessoas às quais se referem.
  • Muitas das imagens já foram indexadas por voluntários, sendo possível fazer a busca por nome.
  • É possível monitorar as alterações realizadas por outros usuários.
  • Há um sistema de mensagens interno, permitindo conversar com outros colaboradores da árvore sem intermediários ou custos.

Desvantagens:

  • O sistema não é tão amigável quanto o My Heritage, por exemplo. Pode levar um tempo para se acostumar com as funcionalidades.
  • Alguns registros, a pedido das instituições que o cederam para digitalização, só são acessíveis em um Centro de História da Família (CHF), presencialmente. A dificuldade é que há regiões com poucos CHF, e que funcionam em horários bagunçados, além de haver a possibilidade de “superlotação” no local de consulta, ocasião em que o pesquisador tem que correr para acessar tudo o que precisa em 1 hora ou menos.
  • O único gráfico disponível para impressão ou salvamento é o em formato de leque de até 7 gerações, não sendo possível ampliar esse número.
  • O site não tem uma memória que indica os arquivos que já foram visualizados, de modo que o usuário precisará criar algum sistema próprio para organizar sua pesquisa e não ficar repetindo os livros que consulta.
  • Alguns microfilmes foram digitalizados com qualidade bem ruim, tornando difícil a leitura (antes era possível solicitar o microfilme com as imagens e visualizá-lo em máquinas disponíveis nos CHF, mas já tem alguns anos que essa opção foi descartada pelo Family Search).
  • A busca no site é confusa, muitos usuários desconhecem como ter acesso aos livros digitalizados, e pensam que é só digitar o nome do antepassado na caixa de pesquisa para obter informações.
  • Os dados de pessoas falecidas, uma vez inseridos, podem ser visualizados por qualquer usuário, que pode alterá-los sem sua permissão (apenas dados de pessoas indicadas como vivas são restritos).
  • Quando um usuário altera ou monitora algum perfil criado por você, não é possível mais excluí-lo.
  • Nem sempre você é notificado quando alteram pessoas que você está monitorando, em muitos casos você só irá perceber que houve alterações se abrir o perfil da pessoa.
  • A árvore não é sua, é de todos que a utilizam.

Assim, a maior vantagem do Family Search é também a sua maior desvantagem: a exposição e colaboração na construção da árvore. É gratificante descobrir dados novos inseridos por outros, mas também não há nada pior do que ver pessoas estranhas alterando os dados do seu avô, por exemplo, que não existiam no site até ontem. Além do sentimento de “invasão da árvore”, em grupos de genealogia há vários relatos de pessoas leigas no uso da plataforma que excluem dados ou desvinculam pessoas sem qualquer critério, sendo necessário ficar o tempo todo verificando se não foi feita nenhuma “arte”.

Para aquelas pessoas que estão fazendo a árvore “na unha”, após os parentes se recusarem a ajudar com informações, pode ser revoltante deixar os dados abertos no site, para visualização por qualquer um, que inclusive pode se apropriar da sua pesquisa.

Uma estratégia para evitar alterações indevidas e garantir alguma privacidade é identificar todas as pessoas somente pelas iniciais ou como vivas – no último caso, possível somente se as pessoas não estiverem sendo monitoradas por outros usuários.

É inegável que o site é uma ótima plataforma para localização de informações, dado o número de documentos disponíveis gratuitamente. Porém, é recomendável que a árvore seja disponibilizada no site somente quando estiver ainda em pesquisa. Uma vez que a árvore esteja com dados sólidos, melhor transferi-los para um site ou programa em que os dados fiquem privados, para que não corra o risco de perdê-los.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s