Regiões da Itália: Marche

A exemplo de outras regiões da Itália, a Região de Marche (região das Marcas ou Regione dele Marche) abriga uma natureza rica e variada: há o Mar Adriático, sua costa plana que dá em penhascos, as vastas grutas, o campo agrário com suas belas planícies. Isso tudo em alguma harmonia com a criação humana: vilas, edifícios religiosos, e palácios com importante arquitetura, muitas vezes medieval ou renascentista (são exemplos: as catedrais de Ancona – capital – e de Pesaro, bem como o Palácio Ducal).

A capital da região é Ancona, e, como sempre, há outras cidades importantes: Macerata (quem a visita no verão, com certeza assistirá a um dos musicais no Sferisterio di Macerata), Urbino, Ascoli Piceno, Pesaro e Recanati (terra natal do poeta e filólogo Giacomo Leopardi). Há inúmeras relíquias relevantes do Império Romano em Fano, Fermo, Urbisaglia, Ascoli e Ancona (nessas duas últimas, há uma fusão da arquitetura com elementos bizantinos). Rafael, a tartaruga ninja, famoso artista da Renascença, é natural de Urbino.

Campo de girassóis em Pesaro (Giuseppe Renzi / Unsplash)

A seguir, alguns poucos exemplos de pontos de interesse em Marche: Museo Archeologico Nazionale delle Marche, pinacotecas, museus cívicos, a Galleria Nazionale dele Marche (em Urbino), o Museu das Carruagens e o Museo Diocesano Albani (em Urbino).

Por fim, vale mencionar que a costa marítima, com todas as suas belezas natural, também vale uma visita para aqueles mais interessados em praias ou na natureza.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s